Por Que Algumas Pessoas têm Dificuldade em Perder Peso

Às vezes, perder peso pode parecer impossível. Você pode estar observando suas calorias e carboidratos, comendo proteína suficiente, exercitando-se regularmente e fazendo todas as outras coisas conhecidas por ajudar na perda de peso, mas a balança não se move. Na verdade, esse problema é bastante comum e pode ser extremamente frustrante.

Nesse artigo irei abordar algumas explicações do porquê isso ocorre.

Este artigo cita como exemplo principalmente as mulheres, mas a maioria dos princípios aqui se aplicam a todas as pessoas.


Por Que Muitas Pessoas Não Conseguem Atingir seu Peso Ideal

Vários fatores influenciam sua capacidade de perder peso:


Condições de Saúde

Certas doenças ou distúrbios podem tornar a perda de peso extremamente difícil, incluindo:

Lipedema: Acredita-se que essa doença afete quase uma em cada nove mulheres em todo o mundo, esta condição faz com que os quadris e as pernas da mulher acumulem um excesso de gordura que é extremamente difícil de perder. Muitas vezes também causa hematomas e dor¹.

Hipotireoidismo: O hormônio tireoidiano é um importante determinante do gasto energético e contribui para a regulação do apetite, enquanto os hormônios e citocinas do tecido adiposo atuam no sistema nervoso central para informar sobre a quantidade de estoques de energia. Uma interação contínua entre o hormônio tireoidiano e os mecanismos regulatórios localizados no tecido adiposo e no cérebro é importante para o controle do nosso peso corporal e a manutenção do equilíbrio energético ideal. Baixos níveis de hormônio tireoidiano levam a uma desaceleração do metabolismo, que pode impedir os esforços para perder peso².

Síndrome do ovário policístico (SOP): Esta condição é caracterizada por resistência à insulina e acúmulo de gordura no abdômen, impulsionado por hormônios. Acredita-se que afete até 21% das mulheres em idade reprodutiva³.


Histórico de Dieta e Perda de Peso

Se você perdeu e recuperou peso várias vezes no passado, ou fez dieta ioiô -aquela dieta em que você perde peso mas logo depois o recupera de novo e volta a recorrer a dieta-, provavelmente achou mais difícil perder peso a cada tentativa subsequente.

Na verdade, uma pessoa com um grande histórico de dietas ioiô tenderá a ter mais dificuldade para perder peso do que outra cujo peso permaneceu relativamente constante. Uma pesquisa mostrou que isso se deve principalmente a mudanças no armazenamento de gordura que ocorrem após períodos de privação de calorias.

Essencialmente, seu corpo sente a necessidade de armazenar mais gordura quando você começa a comer mais após um período de privação, de modo que tenha uma reserva disponível se a ingestão de calorias diminuir novamente. Isso significa que tentativas recorrentes de fazer dieta, sinaliza ao corpo que o suprimento de comida é frequentemente insuficiente, o que levará a um maior armazenamento de gordura do que se a comida sempre fosse abundante.


Envelhecimento

O envelhecimento apresenta muitos desafios, incluindo tornar mais difícil a perda de peso. Além disso, mulheres que nunca estiveram acima do peso no passado podem ter dificuldade em manter o peso normal à medida que envelhecem, mesmo que tenham uma dieta saudável.

A maioria das mulheres ganha peso durante o processo de envelhecimento. Mulheres na pós-menopausa são geralmente menos ativas do que quando eram mais jovens, o que reduz o gasto de energia e leva a uma perda de massa muscular.

No entanto, embora as mulheres de meia-idade tendam a aumentar o peso e a circunferência da cintura ao longo do tempo, manter ou aumentar a prática de atividades físicas regulares contribui para a prevenção ou atenuação desses ganhos.


Influências da Gestação

Infelizmente, a tendência do ganho de peso em algumas pessoas pode ser parcialmente devido a fatores sobre os quais elas não tem controle. Um deles é a genética, mas outros fatores menos conhecidos incluem as condições a que você foi exposto no útero.

Isso inclui a dieta de sua mãe e a quantidade de peso que ela ganhou durante a gravidez. Uma pesquisa mostrou que as mulheres que ganham peso excessivo durante a gravidez têm maior probabilidade de dar à luz bebês que se tornam obesos ou com sobrepeso durante a infância ou na idade adulta.

Além do mais, as escolhas dietéticas de uma mulher grávida podem afetar se seu filho desenvolverá um problema de peso no futuro. Um estudo animal recente descobriu que ratos que foram alimentados com uma "dieta ocidental" durante a gravidez deram à luz bebês com metabolismo mais lento e que se tornaram obesos em algum momento de suas vidas.


Se Você Realmente Precisa Perder Peso

Se o seu peso está afetando sua saúde, emagrecer faz sentido. A obesidade pode aumentar o risco de doenças e diminuir a expectativa de vida. Além disso, pode tornar a vida diária difícil devido à diminuição da mobilidade e baixos níveis de energia.

Uma pesquisa mostra que algumas das melhores maneiras de aumentar a perda de peso incluem comer proteínas no café da manhã e evitar carboidratos processados¹⁰.

A proteína é o nutriente mais importante para a perda de peso. Isso ocorre porque o corpo usa mais calorias para metabolizar proteínas, em comparação com gordura ou carboidratos. A proteína também mantém você com sensação de saciedade por mais tempo¹⁰.


Aqui estão algumas práticas adicionais que podem ajudar você durante o processo de perda de peso:


Reconheça o progresso, mesmo que seja lento: perceba que você provavelmente perderá peso lentamente e algumas vezes pode ocorrer de o peso ficar estagnado. Mas tenha em mente que perder até mesmo alguns quilos por mês ainda é uma conquista impressionante.

Seja realista ao definir uma meta de peso: Não se esforce para atingir seu peso “ideal” em pouco tempo. Pois nem sempre a perda de peso significa que você está emagrecendo. Em vez de eliminar gordura, a pessoa que se submete a uma dieta rigorosa, restritiva, pobre de nutrientes e minerais, causará uma perda de peso que não é saudável.

Comemore vitórias que não costumam ser consideradas: Observar melhorias na disposição, ganho de energia, mobilidade e outras mudanças benéficas para a saúde também é muito importante, não foque apenas no peso.

Melhore seu condicionamento físico: Treinar regularmente pode oferecer inúmeros benefícios além do emagrecimento, tais como o aumento de energia e qualidade do sono¹¹, ¹².

Desenvolva um relacionamento melhor com os alimentos: em vez de fazer dieta, trabalhe na escolha de alimentos nutritivos, prestando atenção aos sinais de fome e saciedade¹³.


Se você já passou por tentativas de emagrecimento sem sucesso e sofreu com isso, experimente mudar seu foco para apenas tornar seu corpo mais saudável, além de reduzir o estresse e a frustração, pode levar à perda de peso natural com o tempo.



Posts Relacionados

Ver tudo