Os Ovos Aumentam o Colesterol?

Por muito tempo, os ovos foram considerados um vilão. Estudos recentes vêm provando o contrário. Em razão de os ovos possuírem grande quantidade de colesterol, acreditava-se que eles poderiam aumentar significativamente o colesterol em nosso corpo ou causar doenças cardíacas.

Apesar de os ovos serem ricos em colesterol; um único ovo contém 212 mg, o que é mais da metade da ingestão diária recomendada de 300 mg, é importante ter em mente que o colesterol na dieta não aumenta necessariamente o colesterol no sangue.

O nosso fígado produz grandes quantidades de colesterol todos os dias. Quando você aumenta a ingestão de colesterol através da sua dieta, seu fígado simplesmente produz menos colesterol para equilibrá-lo.

E, quanto aos ovos, o colesterol representa um risco menor ainda para a saúde, pois o colesterol é mais nocivo quando oxidado em nossas artérias. No entanto, essa oxidação não acontece com o colesterol dos ovos, pois neles existem antioxidantes que evitam a ocorrência dessa oxidação.

Além disso, em um estudo realizado em várias pessoas, foi observado que em 70% das pessoas, a ingestão dos ovos não aumentaram o colesterol em quase nada. Nos outros 30%, os ovos aumentaram levemente o colesterol total e LDL¹.

Quanto ao LDL, conhecido como o "colesterol ruim", é importante ressaltar que a quantidade de gordura saturada que consumimos é um fator de risco de desenvolver doenças cardiovasculares. Alimentos que contêm gorduras trans, em particular, aumentam nossos níveis de LDL.

Apesar de algumas gorduras trans estarem naturalmente em produtos de origem animal, a maioria é produzida artificialmente e é encontrada em maiores níveis em margarinas, sorvetes, bolos prontos, alimentos fritos e assados, pipoca de micro-ondas e etc.





Posts Relacionados

Ver tudo