O que Você Precisa Saber sobre a Gordura Corporal

É de conhecimento geral que a gordura corporal pode ser prejudicial a saúde. No entanto, mais importante do que se preocupar por ter a gordura é se atentar aonde você a tem. Acontece que existem certos lugares onde o excesso de gordura pode ser prejudicial, enquanto há outros lugares onde pode não ser um grande problema.


Há Mais de um Tipo de Gordura Corporal

Existem três tipos de gordura corporal. Além de cada uma ter uma função diferente, elas estão todas localizadas em diferentes partes do seu corpo.


Aqui está uma análise do que são esses tipos de gordura:


Gordura Subcutânea: Fica no topo do músculo, logo abaixo da pele. É o tipo de gordura que você pode "apalpar", geralmente em volta dos glúteos, quadris ou coxas. Ela representa cerca de 90 por cento de nossos depósitos de gordura.

Gordura Visceral: Fica bem no interior da cavidade abdominal. Ela envolve órgãos vitais como fígado, intestinos e coração. Ao contrário da gordura subcutânea, você não pode tocá-la ou senti-la. Ela pode representar sérios riscos à saúde.

Gordura Marrom: É um tipo especial de gordura que realmente ajuda o corpo a queimar calorias extras para se manter aquecido. Os bebês têm muita gordura marrom, mas os adultos também têm pequenas quantidades, principalmente nas áreas dos ombros e do peito.


Os Perigos do Excesso de Gordura Visceral

Por ser armazenada ao redor dos órgãos vitais, a gordura visceral pode chegar ao fígado. A partir daí, é transformado em colesterol, que viaja para a corrente sanguínea e obstrui as artérias.

Estudos comprovaram que a gordura visceral pode aumentar a resistência à insulina, até mesmo em pessoas que nunca tiveram diabetes ou pré-diabetes¹. Além disso, a gordura visceral também influencia no aumento rápido da pressão arterial.

Mais importante ainda, carregar o excesso de gordura visceral aumenta o risco de desenvolver várias condições médicas graves e fatais. Como:


Ataque cardíaco

Doença cardíaca

Diabetes tipo 2

Câncer de mama

Câncer colorretal

Doença de Alzheimer

Como Saber se Você tem Gordura Visceral

Se você é uma mulher com circunferência da cintura maior que 89 centímetros ou um homem com circunferência da cintura maior que 101 centímetros, há uma boa chance de que você tenha muita gordura visceral. Se esse for o seu caso, o ideal é que marque uma consulta com seu médico o mais rápido possível para discutir os riscos potenciais à saúde e mudanças no estilo de vida.


Como Eliminar o Problema

Exercícios:

Quando possível, faça exercícios por pelo menos 30 minutos todos os dias. Certifique-se de incluir exercícios cardiovasculares e treinamento de força.

Cardio inclui exercícios aeróbicos, como andar de bicicleta e corrida. Isso vai queimar gordura mais rápido. Já o treinamento de força vai queimar lentamente mais calorias com o tempo, conforme seus músculos ficam mais fortes e consomem mais energia.

O ideal é fazer 30 minutos de cardio 5 dias por semana e treinamento de força pelo menos 3 vezes por semana.


Alimentação:

Manter um estilo de vida saudável, ativo e de baixo estresse pode ajudar a evitar que a gordura visceral se acumule em excesso na cavidade abdominal.

Além dos treinos, também é importante seguir uma dieta saudável e equilibrada. Sempre que possível, eliminar alimentos processados, açúcar em excesso e incluir mais proteínas magras, legumes e carboidratos complexos, como a batata-doce, aveia em flocos, feijão e lentilhas.

Dietas com baixo teor de carboidratos, como a dieta cetogênica, também podem ajudar você a perder gordura visceral.


Posts Relacionados

Ver tudo